Sobre Nós

Estamos preparados para assessorá-lo em todo o processo de investimento de maneira abrangente, identificando o seu perfil, ajudando a definir objetivos, traçando estratégias e trabalhando com experiência, conhecimento e informação para identificar oportunidades e tomar boas decisões.

Leia Mais

São Paulo: Rua Princesa Isabel, 94 - Conjunto 32

contato@grupotaiga.com.br

Investimentos: (11) 3090-3983
Seguros: (11) 5542-9226

Você conhece os produtos de Renda Fixa isentos de imposto de renda?

No mercado financeiro é comum escutar os gerentes, os consultores financeiros falarem sobre os “isentos”... Já escutou alguma vez? É isso mesmo, há opções para o investidor pessoa física interessado em otimizar seus rendimentos desfrutando da isenção de Imposto de Renda. Confira abaixo os cinco que se destacam:

·       Letra de Crédito Imobiliário (LCI) 

A LCI é um instrumento de Renda Fixa emitido por instituições financeiras, além de sociedades de crédito imobiliário e pode ser remunerado por taxa pré ou pós fixada. - As LCIs são lastreadas em créditos imobiliários. Outro diferencial é ser elegível à cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Mencionamos sobre esse tema no post “Poupança”, em nosso blog.

·       Letra de Crédito Agrícola (LCA)

A LCA tem muitas características em comum com a LCI. Também é emitida por instituições financeiras, elegível ao FGC, porém o lastro que garante as LCAs são os recursos provenientes de financiamentos concedidos para a cadeia do agronegócio. Existe uma ampla gama de lastros para a LCA, como: os direitos creditórios vinculados a produtores rurais, empréstimos, financiamentos relacionados com insumos agropecuários ou máquinas utilizadas nesse setor.

·       Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI)

 O CRI é um título emitido exclusivamente por empresas chamadas securitizadoras. A remuneração está atrelada com o efetivo pagamento dos recebíveis que servem de lastro. Sua remuneração pode ser pré-fixada, flutuante (DI, Selic), TR, TJLP ou por Índice de Preços, entre outros.

·       Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA)

Os CRAs também são títulos emitidos exclusivamente por companhias securitizadoras e diferenciam-se do CRI por serem remunerados com recebíveis da cadeia do agronegócio. O investidor que escolhe aplicar em CRAs contribui para o desenvolvimento de uma série de atividades da cadeia do agronegócio. Sua remuneração também pode ser pré ou pós fixada.

·       Debêntures Incentivadas

Debênture é o nome dado ao título emitido por empresas que têm como objetivo captar recursos financeiros para investir em seu próprio crescimento. Quando o investidor adquire uma debênture, ele se torna um “credor” da empresa e receberá o valor investido após período pré-determinado acrescido de rendimento definido na emissão. As debêntures de infraestrutura são os títulos emitidos especificamente por empresas envolvidas em projetos de infraestrutura do País. A vantagem da empresa fazer isso é que ela pode pagar juros menores do que se contrair empréstimos com instituições bancárias.

Enfim, os “isentos” podem ser uma opção de investimento bastante interessante para quem busca investir em produtos de renda fixa e certamente é uma opção mais atrativa que a poupança. Lembre-se que é importante definir o melhor produto para o seu perfil e também o que trará maior rentabilidade.

Elaboramos um Guia Rápido sobre os isentos aqui mencionados. Confira na tabela abaixo:

Ah, lembre-se que essas isenções cabem apenas para investidores Pessoa Fisica. Por isso, estes produtos não são normalmente indicados para Empresas.

Ficou interessado? Entre em contato conosco!

 

Marcela Púlice, CFP®