Sobre Nós

Estamos preparados para assessorá-lo em todo o processo de investimento de maneira abrangente, identificando o seu perfil, ajudando a definir objetivos, traçando estratégias e trabalhando com experiência, conhecimento e informação para identificar oportunidades e tomar boas decisões.

Leia Mais

São Paulo: Rua Princesa Isabel, 94 - Conjunto 32

contato@grupotaiga.com.br

Investimentos: (11) 3090-3983
Seguros: (11) 5542-9226

A importância dos seguros no seu processo de planejamento

Já tivemos oportunidade de salientar de forma genérica a importância de quantificar os diversos riscos que uma determinada pessoa “corre” para poder traçar um planejamento financeiro correto, mas sempre que trato desse assunto em particular, gosto de contar um caso verídico em que tive a oportunidade de participar ativamente.

Uma certa vez, no final de 2012, tive a oportunidade de atender um cliente e seus herdeiros. O cliente tinha mais de 90 anos, com patrimônio considerável, e me contratou para traçar certos planos visando a sua sucessão.

Dentro de uma série de complexidades (imóveis, investimentos em Renda Fixa, Ações, etc...) e depois de ter investido algumas horas em quantificar patrimônio, avaliar cenários econômicos, escolher bancos e estratégias de alocação e de liquidez da carteira – garanto a vocês que com o tempo todos esses assuntos serão abordados em nosso blog – resolvi, numa abordagem bem conservadora e quase certo da resposta que teria, perguntar se o cliente possuía coberturas de seguro, de qualquer natureza.

Fui surpreendido com: “Sim, tem seguro de carro!. E só...”  Ao que imediatamente repliquei: “Nem seguro-saúde?” – E de fato ele não tinha.

Impressionante como uma coisa tão corriqueira, que por vezes consideramos como “liquida e certa”, se torna o cerne de todo o resto, nos fazendo reconsiderar e até descartar ou postergar todo o planejamento já realizado.

Como planejar sucessão se não sabemos se no final da vida a pessoa terá patrimônio ou dividas em hospitais?

Felizmente e com bastante trabalho conseguimos uma cobertura excepcional para o cliente, mesmo com essa idade, e em pouco mais de 60 dias, tínhamos condições de retomar o planejamento e colocá-lo em prática.

A lição? Temos sempre que tentar quantificar os riscos que corremos, e que o nosso patrimônio corre, e é para auxiliá-lo a fazer isso que estamos aqui!

Leia nossos posts sobre seguros. Temos informações muito relevantes para você!

 

Ricardo Landskron, CFP®